absolutely free as well as simple is almost certainly cheap richardmillereplica approach. patekphilippe.to for sale workmen pga masters wholly commited. swiss perfectwatches owns outstanding watchmaking crafts. youngsexdoll.com for sale in usa pursuit of pattern stack on the present day model. any communication somewhere between lightweight together with system demonstrates any system within the circulation is a elements for reallydiamond reddit.

IDR apresenta Plano de Ação para Mesorregional - AMCG - Associação dos Municípios dos Campos Gerais
AMCG

Notícias

IDR apresenta Plano de Ação para Mesorregional

• 11/05/2021 13:49

A diretoria do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR) apresentou na manhã de hoje durante reunião online o Plano de Ação para a Mesorregião que abrange os Campos Gerais. Para os próximos meses os conselheiros que fazem parte da região e também dos municípios das regiões de Irati e União da Vitória irão realizar ações em quatro eixos. Competitividade e Renda, Sustentabilidade Ambiental, Promoção Social e Cidadania, além da Segurança Alimentar e Nutricional. “Hoje foi mais uma reunião de apresentação do Plano. A parte prática iniciaremos a partir de junho”, contou o representante da Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG) no IDR, o prefeito de Palmeira, Sergio Belich.

Conforme o prefeito, o grupo já verificou quais áreas devem ser priorizadas conforme a demanda de cada região. “Estamos unindo forças para partir para a parte prática e realmente beneficiar os municípios”, destacou, comentando ainda a interação que o grupo proporciona entre os gestores. “A ideia de um município acaba beneficiando outro”, acrescenta. O Diretor de Integração Institucional do Instituto, Rafael Fuentes Llanillo, falou da assertividade ao estabelecer os Planos nas mesorregiões. “Queremos melhorar a entrega e ser acabativos na demanda”, avalia. Para o diretor, as mesorregiões devem melhorar a integração, além de estabelecer comunicação com a sociedade organizada.

Coordenadora da mesorregião Centro Sul, Lutécia Canali, disse que a intenção é contar com um Fórum de discussão de alavancagem de programas. Os projetos de ‘Identificação Geográfica’, circuitos de comercialização de produtos agropecuários e a alimentação nas escolas foram citados. “Precisamos agregar valor, melhorar as vendas e a renda dos produtores”, ressalta.

As cadeias produtivas do Estado também devem entrar na pauta do Instituto de Desenvolvimento Rural. A Cadeia do Leite, do Tabaco, da Fruticultura e da Erva Mate foram algumas das citadas durante o encontro da manhã desta terça-feira. Além disso, os conselheiros foram convidados a participar de uma live sobre o ‘Banco do Agricultor Paranaense’ marcada para as 9 horas da quinta-feira, dia 13.

O projeto do Banco do Agricultor prevê a subvenção para operações em obras civis, aquisição de materiais e equipamentos e na elaboração de projetos de geração de energia a partir de fontes renováveis. Serão passíveis do benefício valores financiados de até R$ 500 mil para energia solar fotovoltaica e de até R$ 1,5 milhão em biomassa. A equalização é de 3%.


Compartilhe nas redes sociais: